domingo, 27 de março de 2011

Mudando o blog de lugar

0

Pessoal, estou deixando este blog pra usar o Posterous!
O blogger é legal, me permite fazer bastante coisa, mas não me dei bem com o editor de posts dele!
No Posterous posso usar markdowns, posso fazer posts e mandar por e-mail, acredito que não terei problemas com editor lá!
Vou escrever TODOS os novos posts lá e pretendo ser mais frequente!
O novo endereço é http://romulomachado.posterous.com/
Espero vocês lá!

Permalink

sexta-feira, 18 de março de 2011

Synergy: aprendendo a fazer mágica!

0


    Quando você precisa usar dois computadores o que você usa para controlá-los? Mas que pergunta idiota, Rômulo! Claro que são dois mouses e dois teclados!
    Se você me fizer essa pergunta, eu responderei: somente UM teclado e UM mouse! :-O
    Há pouco tempo conheci o Synergy (dica do Gabriel Oliveira), uma ferramenta muito útil quando você tem que lidar com várias máquinas.
    No exemplo deste post vou usar duas máquinas com Ubuntu (romulo-laptop e romulo-desktop), mas funciona também com Windows e MAC OS, e você pode controlar até 5 máquinas!
    Vamos ver como funciona!

    Primeiramente, vamos baixar o synergy nas duas máquinas:

romulo@romulo-laptop $ sudo apt-get install synergy

romulo@romulo-desktop $ sudo apt-get install synergy

    Beleza, agora devemos configurar aquele que vai ser o "servidor" do teclado e mouse, neste exemplo o romulo-laptop será o servidor, criaremos um arquivo chamado synergy.conf (pode ser em qualquer lugar) com o seguinte código:

  section: screens
      romulo-laptop:
      romulo-desktop:
  end

  section: aliases
      romulo-laptop:
          10.20.30.40
      romulo-desktop:
          10.20.40.30
  end

  section: links
      romulo-laptop:
          up = romulo-desktop
      romulo-desktop:
          down = romulo-laptop
  end

    Vamos entender o código acima, screens são as telas que serão usadas (nomes dos computadores), aliases são os IP's das máquinas (os IP's acima são fictícios) e por fim, links são as ligações feitas (você pode colocar up, down, left, right, isso vai depender da localização física dos computadores ou do seu gosto), simples, não!?

    Agora, no "servidor" rode o comando:

romulo@romulo-laptop:/home/romulo $ synergys -c synergy.conf

    E na(s) máquina(s) clientes rode:

romulo@romulo-desktop $ synergyc 10.20.30.40

    Agora, divirta-se controlando suas máquinas através de uma só fonte!
    Bom pessoal, isso é tudo!
    Um abraço! ;-)

Permalink

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

#!/usr/bin/python ou #!/usr/bin/env python?

5


    Quem utiliza o Linux como Sistema Operacional e programa em Python deve estar acostumado a colocar Shebangs em seus arquivos fonte.
    "Um Shebang refere-se aos dois caracteres "#!", quando os mesmos são os primeiros caracteres de um arquivo de texto, especificamente em um código fonte escrito em uma linguagem interpretada". [1]
    Mas, se você já parou pra reparar, alguns programadores usam #!/usr/bin/python e outros, #!/usr/bin/env python. Qual dos dois está certo? Qual é a diferença entre eles?
    Quando utilizamos #!/usr/bin/python estamos especificando a localização do interpretador Python na máquina. O caminho está dizendo que o interpretador Python está dentro da pasta /usr/bin, que é onde geralmente ele está.
    Mas, imagine se você fosse executar seu script em uma máquina que o interpretador estivesse instalado em /bin? O seu script não iria funcionar pois o caminho para o interpretador é diferente.
    Quando utilizamos #!/usr/bin/env python estamos invocando o comando env [2] que procura o caminho do comando passado como argumento nas variáveis de ambiente para poder executá-lo. Ou seja, se o interpretador estiver em /usr/local/bin, /bin/, /usr/bin ou em qualquer outro caminho, o comando env irá encontrá-lo e executá-lo, não importa onde ele esteja.
    Sabendo disso, sempre que for criar scripts Python agora, lembre-se de usar o segundo comando pra não ter problemas futuros!
    Um abraço, pessoal!

Permalink

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Campus Party 2011: Como foi a festa!?

2


    Bom pessoal, já disse aqui no blog anteriormente que iria à Campus Party este ano e fui! O evento brasileiro de 2011 se tornou o maior encontro de geeks do mundo e um lugar perfeito para quem quer trocar experiências, fazer contatos, discutir projetos e claro, usar a banda larga de 10 GB oferecida.
    Ao chegar lá, depois de aproximadamente 14 horas de viagem, me deparei com uma fila enooorme, que não me desanimou, afinal eu estava com expectativas ótimas para o evento e não ia ser a fila que ia tirar o meu ânimo! Foram 7 horas ali com mala, mochila, colchonete, tendo que carregar para todos os lados ao decorrer da fila! O fato de estar com amigos fez com que aquela situação se tornasse cômica e muito divertida, mas um pouco cansativa!


    A desorganização da Campus este ano pecou em vários aspectos que prefiro não comentar aqui!
    O Show dos Seminovos logo no primeiro dia foi f*da!


    As ondas de “ôôôÔÔÔôôô” tradicionais de todas as edições, os gritos e as zombarias eram impressionantes, algo memorável. Toda vez que vejo alguma aglomeração de pessoas penso em gritar "ôÔÔ", mas como sei que vou parecer maluco, prefiro ficar quieto, HAHAHA!
    Um fato curioso foi(foram) o(s) apagão(apagões)! Tudo apagou, MENOS a central da Telefônica que ficava bem no meio da arena. Obviamente, todo mundo correu em direção a ela, como insetos seduzidos por uma lâmpada, exigindo a volta da eletricidade. Campuseiros insanos demonstravam a sua revolta através de anúncios em seus notebooks levantados na procissão da Santa "TROLL" Banda Larga!





    Apesar de muita gente achar que não, o ponto forte da Campus Party não é a internet super rápida, um ponto realmente forte é conhecer pessoas! E… não são pessoas comuns, trata-se de uma mistura de todo tipo de nerd que você puder imaginar e você sempre acaba trocando ideias com alguém, seja na arena dos pcs ou nas palestras…
    Conheci a Maisa, o Vinícius, a Marina e o André jogando UNO, o Mário e o Guilherme que eram meus vizinhos no Camping (tenho pena deles porque eu fazia um alvoroço master no Camping)!
    Gostaria de mandar um grande abraço a todos e dizer que foi um enorme prazer ter conhecido vocês!
    Conheci pessoalmente também o Jovem Nerd, o Azaghal, o Eduardo Spohr, o Guilherme Briggs (não consegui tirar uma foto com ele) e o Tucano, todos são muito simpáticos, super humildes, engraçados e super gente boa!
    Assisti palestras muito interessantes (sim, eu assisti palestras!) sobre assuntos variados, técnicos ou não, destaque para a palestra do Jovem Nerd, do Guilherme Briggs, do Ben Hammersley e a do Steve Wozniak!




    Resumindo, a Campus Party foi o melhor evento que já fui na minha vida, e ano que vem com certeza estarei lá de novo!
    Espero que esse post tenha te motivado a ir no próximo ano!
    Abraço pessoal! =)

Permalink

 
Design by ThemeShift | Bloggerized by Lasantha - Free Blogger Templates | Best Web Hosting